segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Vamos falar de ambiente

Vamos falar do ambiente.
Hoje em dia é muito comum falar-se em assuntos como reciclagem, lâmpadas de baixo consumo e aquecimento global.
A verdade é que, cada vez mais Portugal está a ficar sensível a estes tópicos e pouco a pouco temos vindo a mudar a nossa forma de pensar e principalmente de agir.
Graças aos nossos filhos que trazem da escola toda a informação necessária (e que se divertem a explicar aos pais que o plástico é no ecoponto amarelo e o papel no azul) e que nos ajudam (e educam) neste processo de selecção de lixo reaproveitavel, temos vindo a colocar a reciclagem na nossa lista de afazeres domésticos como lavar a louça ou fazer a cama.
Outro tema é o consumo excessivo de electricidade doméstica.
Sabiam que a iluminação numa casa é responsável por cerca de 10 a 15% do consumo de electricidade total da habitação, o que corresponde a uma emissão anual de 450 Gg de CO2 equivalente (450 000 000 000 g).
O uso de lâmpadas tecnologicamente mais eficientes permite poupar dinheiro, por consumir menos energia, e ao poupar energia está a preservar o ambiente. Sim, é bem verdade que estas lâmpadas são bem mais caras mas a longo prazo conseguimos recuperar o nosso investimento a triplicar em poupança de energia eléctrica e contribuimos também para preservação do meio ambiente.
Temos de falar tambem na utilização abusiva de sacos de plástico. Confessem. Quem é que não se indignou quando o Minipreço e o Pingo Doce começaram a cobrar pelos sacos de plástico? Mas a realidade é outra. O facto de não estarmos constantemente a utilizar o plástico para transportar tudo e mais alguma coisa estamos a contribuir activamente para com o meio ambiente e podemos sempre optar por outras soluções. Podemos optar por um daqui ou fazer nós mesmos o nosso saco(s) como este ou este , também gostamos dos daqui.
Também podemos compra-lo aqui (por exemplo) e decora-lo ao nosso gosto. Ou então optar por um dos reutilizaveis que custam 0.20€ mas que quando se danificar trocam por um novo. Existem em qualquer hipermecado e sei que também estão disponiveis no Pingo Doce.
Existem tantas soluções. Dificil é escolher qual.
Amigos,
Não se esqueçam que o mundo é o que fazemos dele, por isso trata a preserva-lo!
Por cá continuaremos a reciclar tinteiros.
Um beijinho e já sabem: Reciclar é garantir que existirá um futuro!

2 comentários:

Pedacinhos de uma vida disse...

Eu cá já tenho por aqui muitas lampadas economicas e já nao uso sacos de plastico nos supermercados!
Com todos a contribuir podemos ter um mundo melhor, para nós e para os outros que virão.

Um beijinho

Charlie, The Sinner disse...

Continuo a achar que o saquinho de pano é a melhor opção, e é 100% personalizável. E as mochilas, etc e coiso =P Se há algo que odeio, é as pilhas de sacos de plástico aqui por casa, e até já vi um tutorial pela Craftzine (http://www.craftzine.com) que ensina a fundir sacos =) É genial, simplesmente!

Quanto ao resto, não há revista que vá para o papelão aqui em casa sem que eu a recorte todinha (porque colecciono imagens, dá para aproveitar em trabalhinhos giros...). E parece que as lâmpadas cá por casa são económicas, ar condicionado não há, usa-se lequezinho no Verão e o saquinho de água quente no Inverno. Se uso fraldas descartáveis quando deixam cá o primo bebé? Nem pensem. As de pano não causam alergias e são laváveis. E é assim que se vai vivendo por aqui =) Até o fundo do Google é preto ehehe mas sei que podia fazer muita coisa que não faço.

Porque ainda vamos a tempo de salvar o nosso mundo =)